Vinícius Vieira Deiró ministrou a palestra “Estilo de vida e bem estar”. Crédito: Unifei

Desde 2015, o mês de setembro é marcado pela campanha de prevenção ao suicídio. O “Setembro Amarelo” busca conscientizar a população sobre a importância de manter a saúde mental, estimulando a buscar ou oferecer ajuda. A Universidade Federal de Itajubá (Unifei), por meio da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (PRGP), da Diretoria de Saúde e Qualidade de Vida (DSQ), da Coordenação de Gestão de Pessoas (CGP) do campus Itabira, realizou diversas ações com oficinas e palestras para divulgar a campanha.

Em Itabira, o psicólogo clínico e do esporte, Vinícius Vieira Deiró, ministrou a palestra “Estilo de vida & bem estar”, no auditório do prédio um. A palestra “Saúde mental e prevenção do suicídio” foi ministrada por dois membros voluntários do Centro de Valorização da Vida (CVV), no mesmo local. Em outra palestra “A era digital & a saúde mental na atualidade” foi ministrada pela professora e psicóloga clínica Priscila, Vicente Penna. Em ambos os campi, foram ofertadas aos servidores aulas gratuitas de yoga.

Palestra “Saúde mental e prevenção do suicídio” por voluntários do CVV. Crédito: Unifei

A campanha busca abrir um espaço de diálogo para tratar de assuntos delicados sobre saúde mental, principalmente sobre o comportamento suicida. Um desses assuntos é a depressão, que pode surgir por meio de fatores psicológicos e biológicos, culturais e socioambientais. A depressão pode ser agravada por  transtornos mentais, relacionados ao uso de álcool e drogas, além de aspectos relacionados a perdas, resiliência, traumas emocionais, abuso físico, sexual e emocional na infância.

Segundo os serviços de psicologia da Unifei, a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta três características comuns que podem ser identificadas em uma pessoa com tendências suicidas: a ambivalência, que diz respeito à vontade de alcançar a morte, mas também de viver; a impulsividade, já que o ato do suicídio pode surgir de forma impulsiva devido a desencadeamentos de eventos negativos durante o dia; e a rigidez, que leva o indivíduo a crer que a única solução para determinados problemas é a morte.

Reportagem: Euclides Éder

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin