Reunião da Previc em Brasília (DF). Fonte: Sindicato Metabase

Cerca de quatro mil aposentados e pensionistas optantes pelo Plano Definido (BD) da Valia devem receber nesta quarta-feira (29), 5,1 suplementações do superávit da previdência privada de ex-funcionários da Vale. O abono vai injetar de cerca de R$ 66 milhões na economia local. A costura para o pagamento foi criada através de entidades como: Sindicato Metabase de Itabira e Região, Sindicato dos Ferroviários de Minas Gerais e Espírito Santo (Sindfer), Associação de Aposentados, Pensionistas, e Empregados das Empresas Patrocinadas pela Valia (Aposvale) e Associação dos Benefícios Proporcionais.

Ocorreram também mobilizações dos assistidos durante o ano, com várias manifestações e reuniões. As entidades se reuniram com o superintendente da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), Ricardo Pena, depois de passarem pelo gabinete e receberem o sinal verde do ministro da Previdência Social, Carlos Lupi. Foi preciso a revogação da taxa de juros, que incide sobre o pagamento do bônus do superávit e do plano BD, o que facilitou o acerto de contas. Houve redução de 60 para 48 meses do período de contingência obrigatório, aprovada pelos assistidos da Valia.

Aposvale

Ocorreu plebiscito realizado nacionalmente, reduzindo com segurança a reserva máxima de recursos mantida pela instituição para honrar os seus compromissos. Com relação aos assistidos por outros planos da Valia, como o Benefício Proporcional (BP), o Sindicato e as entidades irão se manter mobilizados na luta para que possam também receber o superávit a que têm direito. Nesse caso, são os aposentados e pensionistas que migraram do plano BD para o Vale Mais, além dos que ainda permanecem no Vale Mais depois da migração ocorrida no ano 2000. Especialistas recomendam o uso prudente dos recursos.

Reportagem: Euclides Éder

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin