O itabirano Francisney Carlos, o Ney como é conhecido entre os amigos e familiares saiu de Cutucum localidade rural de senhora do Carmo para ganhar o mundo. Inicialmente nas passarelas ele agora foi contratado por uma empresa que fará uma grande audiovisual de um personagem internacional através de uma plataforma de streaming, é Itabira ganhando o mundo. Daí passa a ser também um exemplo a ser espelhado para outros jovens. Com 22 anos ele já está com 3 anos de carreira. Explica o que ele espera desta aparição no meio internacional levando também o nome de Itabira para o mundo. O ator explica como tudo começou, do sonho ser jogador de futebol, das passarelas e também para a vida como ator.

“Assim, foi bem de repente. Eu jogava bola, estava em São Paulo na época eu fui pra Goiânia. Aí em meio a pandemia a gente foi foi dispensado. Aí nessa oportunidade aí uma agência de BH entrou em contato aí eu fui e fiz a seletiva.Aí umas semanas depois eu fui aprovado, aí que eu fui fazer um curso. Curso básico, foi muito bom assim aí logo de repente foi o meu primeiro trabalho foi de seu Elias BH aí eu vi assim que era um mercado muito bom né e tinha a oportunidade de crescer aí foi assim que eu comecei a ver outras agências e tudo mais aí eu consegui entrar numa agência de São Paulo que o meu grande trabalho assim que eu considero até hoje foi de gravar um clipe que bateu mais ou menos quase cinco milhões de visualizações e assim foi pra mim foi gigante isso e lembrar que eu saí lá do Cutucum da roça onde todo mundo falava assim que não ia dar em nada assim mas minha família sempre me apoiou e a gente foi caminhando junto até chegar onde chegamos.”

Em breve você está representando também Itabira já como mídia internacional porque o streaming tem alcance mundial. Já pode se preparar pra nos próximos meses tomar conhecimento nessa nova produção.

“Com toda certeza vocês podem ficar de olho que tem novidade aí mano e é uma série nossa gigante gigante mesmo.”

Como é pro itabirano receber essa valorização fora a cidade de Drummond considerando que as vezes o próprio itabirano não valoriza quem é da terra como quer representar Itabira na mídia nacional?

“Então se a gente desse mais valores ao pessoal dessa idade tem gente talentosa, que merece reconhecimento e se a gente apoiar, assim, com certeza eles iam estar em um lugar bem maiores do que aqui, sem termo de de carreira assim, não ficar somente aqui, expandir o talento pelo mundo e assim, o que eu puder ajudar, assim, pra ajudar o pessoal, vamos caminhar junto esse papel praticamente num extreme internacional.”

Você sabe o que você passa espelhar outras pessoas, como é carregar essa responsabilidade?

“Assim pra mim é uma grande honra. Tá representando a minha cidade, a minha comunidade e nunca esquecer de onde eu vim. E assim, é uma felicidade enorme, ser exemplo e o que eu puder ajudar com certeza ajudarei sempre.”

Temos muitos talentos em Itabira, alguns ainda nem receberam uma oportunidade pra poder brilhar. Hoje, na sua condição, qual conselho que você dá pra essas pessoas é sempre ter persistência?

“Então, eu falo que vocês podem se como que eu vou dizer assim. E começar a estudar cidades vizinhas como BH, depois daí tiver um pouco de experiência lá, começar a ir pra São Paulo, assim que é o pólo da moda. Eu digo assim e com certeza as oportunidades vão aparecer.”

O streaming proíbe a divulgação de detalhes da produção audiovisual, mas o lançamento deverá ocorrer em meados de dois mil e vinte e quatro. Outras informações no Instagram, @ney_carlos_ .

Reportagem: Euclides Éder

Ouça na íntegra:


Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin