Júber Madeira. Foto: Divulgação

No ano passado, na matriz da Caixa Econômica Federal (CEF), em Brasília (DF), o vereador Júber Madeira se reuniu com a então, presidente da instituição, Nádia Rita Serrano. O parlamentar itabirano, acompanhado do Deputado Federal Paulo Abi Akel, apresentou pedidos e dados técnicos justificando a necessidade de abertura de uma segunda agência em Itabira. A solicitação ainda não previa a suspensão do atendimento devido à orientação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), por questões de segurança. Um talude deslocado em obra de desaterro compromete a estrutura do prédio, assim como no Banco do Brasil (BB), na rua em paralelo.

Foto: Divulgação

“Foi um encontro em que a direção nacional da CEF afirmou o plano de expansão para Itabira. Volto agora à matriz com o pedido para que o processo avance em caráter de urgência mediante a interdição da única agência do banco no município. Com a agência fechada, os prejuízos à população e à própria instituição serão enormes. Vamos cobrar uma atuação mais firme dos diretores, para que Itabira seja prioridade nos processos internos da matriz em Brasília. É inadmissível que Itabira com a sua relevância econômica para o Estado e União, tenha sua agência impossibilitada de atender seus milhares de clientes”, pondera Júber Madeira. O mais recente pedido ocorreu em abril de 2023.

Foto: Divulgação

O vereador quer celeridade na decisão. Na reunião marcada para a próxima quinta-feira (22), o Júber vai solicitar a presidência da CEF, a execução imediata do projeto de expansão. A solicitação da abertura de uma nova agência foi encabeçada por Júber Madeira em 2021, e conta com apoio da presidente da Associação Comercial Industrial de Serviços e Agropecuária de Itabira (Acita), Cássia Menezes, e do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabira (CDL), Eduardo Gomes Moraes, além do diretor-presidente da Associação dos Aposentados, Pensionistas e empregados das empresas patrocinadoras da Valia (Aposvale), Sebastião da Costa Deiró, e o prefeito Marco Antônio Lage.

“Itabira se destaca entre as demais cidades da região pela arrecadação generosa, geração de empregos, além de referência em saúde e educação. O município atrai a população de diversas cidades. A demanda pelos serviços da CEF é enorme. Há uma grande e antiga reivindicação da nossa população por esta nova agência e neste encontro vamos solicitar a definição de prazos”, disse o vereador. Para minimizar os transtornos aos usuários das duas agências interditadas, a Prefeitura de Itabira disponibilizou ao BB, a Casa da Cidadania “Margarida Silva Costa”. Está em estudo de viabilidade indicar um espaço público à CEF para atender seus clientes, enquanto a sede está sem previsão de ser utilizada.

Reportagem: Euclides Éder

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin