Foto: Prefeitura de Itabira

Membros do Conselho Consultivo Municipal de Patrimônio Histórico e Artístico de Itabira (Comphai) foram empossados segunda-feira (4), no auditório da Casa da Cidadania “Margarida Silva Costa”, biênio 2024/2026. O colegiado tem o objetivo de auxiliar a Prefeitura de Itabira no processo de preservação dos bens materiais e imateriais de valor histórico e cultural existentes em Itabira, o Comphai é composto por 16 conselheiros.

Jader Magalhães e Elyza Aparecida Mendes. Foto: Prefeitura de Itabira

Para a diretora do Patrimônio Histórico de Itabira, Elyza Mendes, o Comphai iniciará uma jornada importante para o patrimônio da cidade. “Ao longo dos meses de atuação do Comphai, tomaremos decisões importantes para o município e os membros empossados hoje, com toda a experiência profissional que apresentam, têm muito a acrescentar nesta caminhada para fazermos o melhor pelo município”, analisou a membro do colegiado.

Foto: Prefeitura de Itabira

“Sabemos que todos têm uma rotina corrida e encaixar o trabalho voluntariado nela é um exercício de cidadania e eu agradeço a todos por isso. Crescente afastamento da sociedade civil na construção das políticas públicas. A gente vive um momento difícil em nossa sociedade com o afastamento cada vez maior das pessoas neste processo,” revela o gestor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), Jader Magalhães.

Foto: Prefeitura de Itabira

Depois de empossados, foram eleitos os conselheiros presidente e vice-presidente: Elyza Aparecida Mendes (SMDU) e Hugo Marlon da Silva Nascimento (Una), respectivamente. “Não consigo imaginar outro meio, se não seja a efetiva participação da sociedade, que faça a diferença nos rumos das políticas públicas, inclusive cobrando de perto o Poder Público, suas ações e eventuais omissões e condutas”, finaliza Jader Magalhães.

Reportagem: Euclides Éder

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin