A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu em flagrante, nessa terça-feira (26/3), três homens – um de 28 anos e dois de 43 – suspeitos de integrarem associação criminosa voltada a crimes de estelionato na região do Barreiro, na capital, e em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo apurado pela equipe da 2ª Delegacia de Polícia Civil Barreiro, o grupo criminoso operava com golpe de compra faturada fraudulenta. O delegado Túlio Leno Góes Silva explica como os investigados agiam. “Por meio de documentação falsa, os suspeitos cadastravam empresas reais como lojistas locais no intuito de realizarem compras faturadas. Assim, com o cadastro aprovado, realizavam diversas compras faturadas, totalizando aproximadamente R$ 50 mil com o CNPJ de somente uma vítima”, revelou.

Foto: PCMG

Ontem, no bairro Araguaia, região do Barreiro, em Belo Horizonte, os três integrantes da associação criminosa foram flagrados pela equipe policial no momento em que retiravam mercadorias de um depósito de construção. No decorrer dos levantamentos, a Polícia Civil conseguiu arrecadar no local de trabalho dos investigados diversas mercadorias e notas fiscais atribuídas a outros CNPJs, possivelmente vítimas do grupo. Além das mercadorias, cinco celulares e dois veículos também foram apreendidos durante a ação policial.

Após ratificação das prisões em flagrante, o trio foi encaminhado ao sistema prisional. As investigações prosseguem para elucidação completa dos fatos.

Reportagem: Átila Lemos

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin