Welisson Reis. Fonte: Ascom/HNSD

O gestor de processos do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), Welisson Reis, participa de seminário sobre gestão estratégica hospitalar com o tema: olhares técnicos e práticos de quem atua no segmento, promovido pela Axis Instituto, em parceria com a Federação das Santas Casas de Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais (Federassantas), em Belo Horizonte. O evento acontece nesta segunda-feira (18).

Ao longo de 20 anos, o profissional liderou processo de modernização, informatização e implantação do sistema de gestão no HNSD. Ele iniciou sua trajetória como assistente de Tecnologia da Informação (TI), depois se tornou gerente desta área, e a dois anos ocupa o cargo atual. Welisson possui um conjunto de certificações, incluindo relativas à proteção de dados, demonstrando o compromisso com a excelência profissional.

O provedor, Márcio Labruna, o diretor-executivo, Alexandre Coelho e o gerente financeiro, Arlen Marcos também participam do evento. No seminário a missão de Welisson Reis é a de mostrar a experiência acumulada, além de apresentar case de sucesso, o denominado: redesenhando o processo de fechamento de conta hospitalar. A instituição tem investido em qualidade de processos e, desta forma, a boa governança, o que gera resultados.

“Projetar o futuro do HNSD, dando a visibilidade do que é feito na nossa instituição, gerando valor para outros hospitais do Brasil nos orgulha muito. Sabemos que o caminho para a saúde é a sustentabilidade através de investimento na tecnologia da informação, na inovação e em parcerias que inspirem o desenvolvimento do todo: da saúde, das pessoas, das cidades e todo o ecossistema que as integra,” disse Márcio Labruna.

“Apesar de ser algo novo no seguimento da saúde, a gestão de processos consegue entregar resultados econômicos, financeiros estabelecendo uma nova conexão mais estratégica para a empresa. A melhoria da gestão ao iluminar dados, detectar falhas e reestabelecer novos mecanismos de controle, por meio da TI. E quem ganha com isso? Paciente, colaboradores e instituição,” avalia o gestor de processos.

Reportagem: Euclides Éder

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin