De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), que utilizou dados do Ministério da Saúde (MS), entre março de 2020 e julho de 2021 o Sistema Único de Saúde (SUS) registrou 308 mil internações de pessoas em decorrência de sinistros de trânsito em todo o país. Os acidentes de moto representaram 54% deste total. A realidade em Itabira não é diferente. E para haver maior segurança no tráfego com motos, o vereador Luciano Sobrinho propôs instituir o “Programa Faixa Azul – Trânsito Seguro e Melhor”.

Luciano Sobrinho. Foto: Arquivo Pessoal

O objetivo da iniciativa é criar regras de circulação de trânsito específicas nas vias onde a manobra for possível, para reduzir o congestionamento, evitar a ultrapassagem forçada, desrespeitos a faixas para travessia, e consequentemente reduzir acidentes com motociclistas, principalmente quando houver o envolvimento de pedestres. “As chamadas Faixas Azul para motos foram implementadas em São Paulo (SP), e depois de mais de um ano de testes, apresentou resultados positivos,” justifica Luciano Sobrinho.

Cabe aos municípios legislar sobre planejamento e regulamentação, sem a necessidade de avaliação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MG). “A implementação das faixas exclusivas para motos em Itabira, contribuirá para a redução de sinistros envolvendo pilotos, refletindo na melhor segurança e ainda desafogando o trânsito,” alega o parlamentar, autor da proposta. Na cidade paulista onde foi implantada a Faixa Azul ela é utilizada por 86% dos condutores, sem registro de mortes ou sinistros graves no período.

Reportagem: Euclides Éder

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin