Conselheiros, lideranças comunitárias e toda a população itabirana contam, agora, com a Casa da Cidadania Margarida Silva Costa. Um espaço dedicado à construção de políticas públicas, inaugurada pela Prefeitura de Itabira, na sexta-feira (12). Com o objetivo de construir uma cidade mais participativa, comunitária, democrática e justa, foi reestruturado o antigo prédio do Corpo de Bombeiros, na praça Acrísio Alvarenga, para receber reuniões e eventos, além de facilitar os debates dos conselhos municipais e entidades da sociedade civil organizada.

“Mais do que uma estrutura física, com secretaria, mobiliário, copiadora, cafezinho, água gelada, ar condicionado e elevador para pessoas com deficiência (PCD), a Casa da Cidadania representa a mudança na política de Itabira. Representa uma Prefeitura que governa para todos. Simbolicamente, inclusive, está bem localizada, estrategicamente localizada entre a Prefeitura e a Câmara de Vereadores: está no meio para que a gente cumpra outro sonho: colocar os meninos e o povo no poder de Itabira,” destacou o prefeito Marco Antônio Lage.

Para a presidente da Interassociação dos Amigos de Bairros de Itabira, Maria das Graças Lélis, a Casa da Cidadania é uma obra histórica. “Hoje começa um novo capítulo na história da nossa cidade. Nós ganhamos a Casa dos Conselhos com o nome de uma grande líder comunitária, a Dona Margarida. Inclusive, somos bem pequenos em vista do que ela foi. Hoje, a população ganha um lugar para vir, para ser recebida com carinho e conforto. Sempre fomos acolhidos na Prefeitura e, agora, temos um lugar para acolher mais pessoas”, destacou a líder comunitária.

Familiares da homenageada prestigiaram o evento. Eles foram representados por Rosa Márcia Costa, filha de dona Margarida. “Ela era referência que eu tinha para o meu projeto de gestão pública. Queria ter conhecido mais, queria poder trocar ideias e me inspirar ainda mais com ela. Mas logo no início do meu governo, ela fechou o seu ciclo de vida, enquanto eu começava o meu ciclo aqui na prefeitura. No entanto, Dona Margarida foi precursora na assistência social que protege e desenvolve uma comunidade, deixando um legado vivo e inesquecível”, ressaltou Marco Antônio Lage.

Além de cumprir mais uma meta de governo, a Casa da Cidadania homenageia Margarida Silva Costa, a Dona Margarida do Combem, que dedicou mais de 30 anos de sua jornada ao trabalho voluntário e à garantia dos direitos de crianças e adolescentes. A Casa da Cidadania Margarida Silva Costa será mantida pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Governo (SMG). Segundo o secretário da pasta, Danilo Alvarenga, ao inaugurar este espaço, a Prefeitura estabelece um lugar de inclusão e efetiva participação popular nas políticas públicas.

“O papel fundamental é oferecer escuta ativa à comunidade, permitindo que todos influenciem as decisões dos poderes executivo e legislativo. A participação da comunidade fortalece a democracia e contribui para políticas mais justas e necessárias à realidade da sociedade. E o mais importante é o nome de Dona Margarida à frente deste projeto, porque ela é nosso espelho de dedicação à garantia de direitos e, certamente, impulsionará outras pessoas a fazerem o bem, através do serviço voluntário”, finalizou o prefeito, no seu pronunciamento durante evento de inauguração.

Reportagem: Euclides Éder

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin